sexta-feira, 14 de junho de 2013

O Vendedor de Trapos


Vendia velhos trapos ao desbarato
De que década nem havia memória
Mas sabia que cada fato
Em cada botão contava sua história

Marcos Sobral

Sem comentários: